Presidenciáveis buscam apoio no segundo turno

Fernando Haddad (PT) fez acenos aos partidos de esquerda, um dia após conseguir a vaga. Há petista que defende negociar com siglas do centro, como o PSDB e o MDB. Seu rival, Jair Bolsonaro (PSL), agradece a evangélicos