Políticos cearenses tropeçam nos corredores do Supremo

O ministro Marco Aurélio, ao dizer que está sendo "estimulado" a conceder liminar, mostra desapreço ao assédio