Paulo César Norões: Imbróglio tem solução