Paulo César Norões: Ciro será o fiel da balança?