Posse de Bolsonaro deve contar com aparelhos que bloqueiam celulares e drones

A preocupação principal da equipe responsável pela segurança é o acionamento remoto de explosivos no caminho pelo qual passará o presidente eleito