PGR recomenda aprovação com ressalvas das contas de campanha de Bolsonaro

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, considerou que os indícios de irregularidades encontrados não ocorreram em monta capaz de comprometer as contas