Pezão chega à prisão da PM, em Niterói, onde ficará em sala de Estado Maior

O governador foi preso acusado de receber uma mesada de R$ 150 mil e um décimo terceiro da propina durante o período que era vice-governador.