'Nunca vi autoridade do Brasil ser assistida por médico cubano', diz Bolsonaro

O presidente eleito afirmou que a situação dos profissionais de saúde cubanos é "praticamente de escravidão" e questionou a qualidade dos serviços prestados