Moro sai de férias e deve pedir exoneração apenas em janeiro de 2019

Segundo o magistrado, o período servirá para que ele "inicie as preparações para a transição de Governo e para os planos para o Ministério"