Lula vira réu por lavagem de R$ 1 milhão em negócio na Guiné Equatorial

Segundo a denúncia do MPF, o ex-presidente usou sua influência para interferir em decisões do presidente da Guiné Equatorial, que favoreceram negócios do grupo ARG no país africano.