Fux decide que não há urgência em ação contra posse de armas

O decreto foi uma das principais promessas de campanha do presidente da República e flexibiliza as regras para a posse de arma de fogo no país