Bolsonaro tem alinhamento internacional cego à gestão Trump, critica Haddad

Para o petista, ao acenar na direção dos EUA, o Brasil pode perder a objetividade de fazer uma escolha de parceiro preferencial com base nas vantagens que o país pode ter com isso