Bolsonaro nega pressão de bancada evangélica para indicar ministros

Presidente eleito garantiu que o critério de escolha é técnico