Bolsonaro estuda indicar procurador para Educação após crise com bancada evangélica

O presidente eleito negou que tenha convidado Mozart Ramos para o cargo e estuda indicar o procurador Guilherme Schelb