Ministro não aceitará registro de condenados

Admar Gonzaga, do TSE, defendeu que a Justiça Eleitoral pode agir “de ofício” ao julgar pedidos de registro neste ano