Crise política não diminui siglas no CE