Paulo César Norões: o sujo e o mal lavado