Paulo César Norões: lentidão gera impunidade