Após semana sem sessões, plenário não é prioridade