"A crise de 2016 destruiu o sistema", diz governador Camilo Santana

Chefe do Executivo admite que a área precisava de uma intervenção, repete que será duro com o crime e não confirma a divisão por facções nas prisões