Temer responde com indignação às denúncias

Em pronunciamento, presidente diz que é perseguido e pede para investigar "vazamentos irresponsáveis" na PF