TRF-4 manda destruir aúdios gravados em escritórios de advogados de Lula

A defesa afirmou que os áudios estavam protegidos por sigilo entre clientes e advogados e o STF teria determinado a sua eliminação, decisão que não foi cumprida pela 13ª Vara Federal