Suspeito de matar família de bolivianos teria se passado por uma das vítimas

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Gustavo Vargas, cunhado das vítimas, teria usado o celular de Irma, passando-se por ela em mensagens a familiares, dizendo que havia mudado-se para Itaquaquecetuba