Supremo julga nesta terça novo pedido para soltar Lula

A defesa do ex-presidente argumenta que o ex-juiz Sergio Moro agiu com parcialidade e motivação política ao condená-lo