STF mantém veto a telemarketing eleitoral realizado em qualquer horário

O PTdoB alegava que impedir o telemarketing eleitoral é ofender a livre manifestação de pensamento, de consciência, a liberdade de comunicação e de acesso à informação