Próxima proposta de reforma da Previdência será muito mais dura, diz Arthur Maia

O relator destacou que não existe condição da proposta voltar à votação ainda este ano