"Não julgamos cargo, julgamos ocupante", diz ministro Marco Aurélio sobre foro privilegiado

Para o ministro, a "prerrogativa de foro é algo que tende a acabar"