MPF quer que STF suspenda leis que tratam de questões de gênero e escolas sem partido

O procurador regional do MPF em Santa Catarina declarou que crianças não podem servir "como mero objeto de uma disputa política e ideológica"