João de Deus e esposa são indiciados por porte ilegal de arma

O médium também foi indiciado por crime sexual, supostamente cometido em 2016, contra uma mulher que mora atualmente em São Paulo