Em entrevistas ao Jornal Nacional, Bolsonaro e Haddad afirmam que não farão nova Constituição

Enquanto o petista vai recalibrar a estratégia da campanha e acenar ao centro, seu adversário fortalecerá as táticas que lhe renderam 46% dos votos no primeiro turno.