Em crise, prefeitos de 300 cidades mineiras adiam início das aulas