Deputados presos pela Furna de Onça têm preventiva decretada

Dez parlamentares são acusados de participação em esquema que movimentou pelo menos R$ 54,5 milhões em pagamentos de propina durante mandato de Sergio Cabral, no Rio