Comandantes da reforma trabalhista no Congresso fracassam nas urnas

Deputados e senadores que ocuparam postos chaves na condução da reforma não conseguiram se reeleger, à exceção de Rodrigo Maia e Aguinaldo Ribeiro