CNJ aprova novas regras, e auxílio-moradia volta para parte dos juízes

Em agosto, Toffoli e Temer haviam acordado que o benefício seria extinto se o reajuste salarial entrasse em vigor