Campanhas defendem voto útil contra extremos

Os presidenciáveis passaram a recorrer à tática do medo para assegurar uma vaga no segundo turno