Aliado de Bolsonaro vai à PGR contra defesa de agressor do presidenciável do PSL

A representação questiona o fato do grupo de advogados não declarar quem está pagando pela defesa de Adélio Bispo, o autor da facada contra Jair Bolsonaro