Alckmin aposta em SP na reta final e 'cobra fatura' em estado que governou

O tucano precisa chegar a 40% no maior colégio eleitoral do país (22% do eleitorado nacional) para ir ao segundo turno