A hora de Fernando Haddad, o plano B de Lula

A partir de agora, será determinante a capacidade de transferência de votos de Lula para que ele e sua companheira de chapa, a jovem comunista Manuela D'Ávila, consigam chegar ao segundo turno