Paulo César Norões: aparentemente distantes