Editorial: Eleição sem risco à democracia