Solução promete reduzir em até 25% gastos com energia