Três meses após a greve, caminhoneiros seguem insatisfeitos

O resultado é uma redução de até R$ 48 bilhões no PIB deste ano e uma ruptura na confiança - que vinha se recuperando lentamente