STF reafirma legalidade de terceirização irrestrita em caso de call center

Por 7 votos a 2, apenas Rosa Weber e Ricardo Lewandowski votaram contra a decisão tomada pelo Supremo nesta quinta-feira