Polícia Federal combate desvios de R$ 2 milhões do INSS

Batizada de Crotalus, investigação teve início em 2017 com a suspeita de recebimento indevido de um benefício previdenciário de pensão por morte