'Não controlaremos todos os negócios', diz presidente da Odebrecht

Aos 46 anos, Luciano Guidolin está há dois à frente de um grupo cuja receita caiu de R$ 132 bilhões, em 2015, para R$ 80 bilhões