Estados dão ‘pedalada’ em fornecedores

Minas Gerais, Goiás, Maranhão e Tocantins devem, juntos, R$ 8 milhões à empresa de tornozeleiras eletrônicas