Crédito do BNDES apoiou geração de 10,1 milhões de empregos de 1996 a 2017

A conta dos empregos formais gerados considera a abertura e a manutenção de vagas, num modelo de produto-insumo, sem levar em conta eventuais demissões no processo, ou seja, não traz um saldo do numero de vagas efetivamente criadas pelos financiamentos