CNI: novos acordos comerciais poderiam ser mais vantajosos ao Brasil

Há possibilidade de serem beneficiados 134 grupos de produtos