Governo federal quer cortar R$ 51 bilhões em despesas