Gasolina: Petrobras aceita negociar ajuste

Estatal, no entanto, não está disposta a analisar propostas que rejeitem paridade com preços internacionais